O Esporte que faz amigos

Esporte da Malha

São Paulo/SP - Brasil
(11) 2909-0110
edgard.martins@superig.com.br

Malha de Mogi fecha ano perfeito - Thiago Campo - 2013

27-12-2013 19:23

Malha de Mogi fecha ano perfeito

 

A conquista do ouro nos Abertos foi muito comemorada pela equipe de malha de Mogi / Foto: Warley Leite - EC Macedo - Divulgação

 

O tenista João Olavo de Souza, o Feijão, foi a grande sensação da 77ª edição dos Jogos Abertos ‘Horácio Baby Barioni’ 2013. Garantiu o título e atraiu centenas de pessoas à decisão no Tênis Clube. Mas a conquista mais comemorada pela delegação de Mogi das Cruzes na ‘Olimpíada Caipira’ aconteceu na cancha do Jardim Rodeio. E veio com uma equipe genuinamente mogiana. O ouro da malha na primeira divisão foi obtido graças ao empenho e dedicação de nove pessoas fortemente ligadas ao Município.

A maioria nasceu ou mora na Cidade há muito tempo. Apenas dois atletas não residem em Mogi, mas são mogianos de coração pelo longo tempo de serviços prestados ao esporte local. É o caso de Moacir Rodrigues do Prado. Ele é de Arujá, atleta e diretor do Clube Jardim Rodeio. Antonio Pessoa de Amorim mora em Suzano e defende as cores do Município há anos.

A equipe de Mogi das Cruzes é composta por nove integrantes, sendo seis atletas e coordenada por José Carlos do Prado, o Pintado. José Rodrigues, o Tiquinho, ocupa a função de treinador, enquanto André Luiz de Castro atua como auxiliar técnico.

O ouro nos Jogos Abertos não foi a única conquista da malha mogiana na temporada 2013. O time de Messias Alves Ribeiro, Antonio Pessoa de Amorim, João Bosco Cândido, Valdir Rodrigues, Moacir Rodrigues e Lucas de Amorim também assegurou o título de campeão do Interior da Série B, promovido pela Federação Paulista de Malha.

Foi o encerramento perfeito para a segunda temporada sob o comando do coordenador Pintado. “Entrosamento, muita harmonia, dedicação e bom ambiente. Esses são os segredos do nosso sucesso. Sempre com os pés no chão e muita humildade”, destacou o cartola, um dos fundadores da Liga Municipal de Malha, em 1970.

Mas a medalha dourada conquistada na‘Olimpíada Caipira’ é realmente a ‘menina dos olhos’ da equipe mogiana. Ninguém esquece o dia 21 de outubro. A decisão foi diante do jovem time de São José dos Campos, então favorito ao título.

Os visitantes chegaram para o jogo com muita pose e gritos de intimidação. A tática deu certo e eles abriram 20 pontos de vantagem no placar no sexto lance. Foi então que o apoio da torcida e o conhecimento da cancha fizeram a diferença. Os mogianos diminuíram a diferença, empataram e viraram nos dois últimos lances para 158 a 128. Depois foi só festejar.

“Foi o melhor ano da equipe. Nunca tivemos uma temporada tão feliz. A final contra o São José foi especial. Enfrentamos a melhor equipe e favorita. Mas o apoio da torcida foi fundamental na virada. Quando todo mundo começou a incentivar, o nosso jogo entrou. Foi uma conquista com o coração”, recordou Moacir Rodrigues do Prado, de 63 anos, atleta mais velho do time mogiano. O garoto Lucas de Amorim, com 17, é o mais novo.

A coroação pela excelente temporada aconteceu na manhã de ontem, quando os integrantes da equipe receberam os troféus e medalhas pelo título do Campeonato Estadual do Interior da Série B. A conquista garantiu os mogianos na Série A de 2014. Além disso, o jovem Lucas foi eleito o melhor do torneio. (Thiago Campos)